Sindicato reivindica liberação das vagas do concurso do PECPF

Preocupados com o fim do prazo de prorrogação do concurso público do Plano Especial de Cargos da Polícia Federal que se encerra no próximo dia 9 de setembro, a presidente do SINPECPF, Hélia Cassemiro, e o diretor jurídico Walter Matos, se reuniram com a chefe da Divisão de Recursos Humanos do Departamento de Polícia Federal (DGP), a delegada Maria do Socorro Santos Nunes Tinoco e sua assessoria técnica, para pedir que a Divisão busque no Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão (MPOG) a liberação das vagas que faltam, a fim de beneficiar os candidatos aprovados que esperam ser chamados.

O ministério só autorizou parte dos 50% das vagas que foram solicitadas pelo DPF para os aprovados no concurso do PECPF.  Por isso o Sindicato quer conseguir no MPOG autorização para nomeação de candidatos aprovados e não-convocados que está determinada no Decreto n° 4.175/2002.

A presidente do SINPECPF, Hélia Cassemiro levou ao conhecimento da equipe da DGP, uma Nota Técnica do MPOG pedindo que seja analisada a redistribuição dessas vagas.

O SINPECPF, com o intuito de agilizar o processo, fez o contato entre o Diretor-Geral de Dimensionamento e Concurso Público do MOG, Alexandre Lameira e a DGP, para que possam conversar o quanto antes, sobre a possibilidade de o MPOG autorizar a redistribuição de 22 vagas que constam no banco de dados do SIPEC, para o DPF. A audiência deverá acontecer ainda esta semana.  

A chefe da DGP, Maria do Socorro Santos Nunes Tinoco disse que está a disposição para conversar com o MPOG, uma vez que o DPF precisa dessas vagas. “Conversarei com o Dr. Alexandre Lameira e farei o que estiver ao meu alcance para conseguirmos a liberação dessas vagas para o Departamento. Também vou falar com o Dr. Vladmir Nepomuceno para pedir apoio”.

Segundo informou o chefe substituto da divisão de Recursos Humanos, Jorgerval Silva Costa, todas as nomeações de candidatos durante a prorrogação do concurso foram preenchidas por vacância de cargos, ou seja, os candidatos nomeados assumiram vagas deixadas por servidores que saíram do DPF.   

Hélia fez questão de lembrar a importância do servidor do PECPF na Polícia Federal, falou da importância desses cargos dentro para o DPF e do direito que os candidatos aprovados têm de assumir os cargos para os quais foram aprovados.  “Não podemos perder essas vagas”, disse. 

Concurso

Os candidatos foram aprovados através do concurso público Edital N° 7/2004 – DGP –DPF de 29 de abril de 2004, do Plano Especial de Cargos do Departamento de Polícia Federal. Foram destinadas 1.638 vagas, sendo que 1.433 para nível intermediário e 205 para nível superior. O Decreto n° 4.175 autoriza o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão a nomear candidatos aprovados e não convocados até o limite de 50% a mais do quantitativo de vagas.

Jornalista: Renata Leite

 

Comentários Recentes

Somente Logado!

Registrar