SINPECPF se reúne com DLOG para cobrar soluções em demandas da categoria

O SINPECPF se reuniu nessa quarta-feira (15) com o diretor de administração e logística policial, Omar Gabriel Haj Mussi, para tratar de três pautas que interessam à categoria administrativa: 1) a regulamentação da utilização de uniformes pelo PECPF; 2) a proibição da condução de viaturas por servidores que não sejam motoristas oficiais (MOC 07/2016); e 3) o estabelecimento de uma regra geral para escalas de plantão.

Sobre a utilização de uniformes, o sindicato explicou que a reivindicação é antiga, e atende em especial os servidores que atuam com atendimento ao público (principalmente os lotados no controle imigratório) e aqueles que participam de missões. “É importante que esses profissionais estejam uniformizados para serem reconhecidos como integrantes da instituição. Isso lhes confere respeito e credibilidade no trabalho”, apontou o presidente Éder Fernando da Silva.

Se no caso dos uniformes o problema é a falta de regras, no caso da proibição da condução de viaturas pela categoria é a existência da norma, que claramente atenta contra a eficiência do órgão. O próprio DLOG concorda, afirmando que a medida foi tomada após recomendação da Conjur do Ministério da Justiça. “Sei de todas as reclamações, mas fomos obrigados a agir dessa forma”, garantiu. O diretor espera que a situação seja contornada por meio da regulamentação das atribuições do PECPF. “Se estiver no papel que vocês podem realizar o serviço, os problemas irão acabar”, avaliou.

Já a questão das escalas de plantão também carece de normatização. Desde os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro o assunto tem gerado inúmeras reclamações da categoria. O grande problema é a adoção de critérios diferenciados para dois grupos (policiais x administrativos; servidores fixos x servidores em missão). Por isso, o sindicato pede que seja estabelecida uma norma. “Muitos colegas ficam relutantes em participar dessas missões por conta de problemas como esse. É preciso haver um tratamento isonômico e consideramos a questão de simples resolução”, pontuou Éder.

O sindicato oficiará a Administração para formalizar cada um dos pedidos. Os respectivos protocolos serão divulgados em nossos meios de comunicação oficiais. Embora o tema não tenha sido tratado na reunião, o SINPECPF também oficiará a DLOG a respeito da precariedade das cadeiras utilizadas pelos servidores nos locais de trabalho, após seguidas reclamações dos colegas.

Comentários Recentes

Somente Logado!

Registrar