Geap fecha acordo com entidades para reduzir índice de reajuste

A Geap fechou acordo na semana passada com quatro entidades de classe para reduzir o percentual de reajuste dos planos de saúde ofertados pela operadora de 37,55% para 20%. A medida visa conter a evasão de beneficiários. Desde o anúncio do reajuste inicial, em novembro do ano passado, a operadora perdeu 23 mil clientes.

O acordo fechado na semana passada beneficia os filiados da  Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (Anfip), da Federação Nacional de Sindicatos de Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social (Fenasps), da Associação Nacional dos Servidores da Previdência e Seguridade Social (Anasps) e do Sindicato dos Trabalhadores Públicos Federais da Saúde e Previdência Social do Estado de Pernambuco (Sindsprev/PE).

Para ter validade, o acordo ainda precisa passar pela apreciação do Conselho de Administração (Conad) da operadora. Outra condição é que as partes celebrem também um acordo judicial em até 30 dias, no qual as entidades de classe devem pôr fim aos processos judiciais por elas deflagrados.

Outras entidades que tiverem interesse em aderir ao acordo poderão fazê-lo em até 30 dias. Se o acordo for aprovado aprovado, o novo índice passa a valer em julho.

A celebração do acordo é o primeiro passo dado após o Conad ter apresentado plano de revisão do índice de reajustes. Segundo o presidente do Conselho, Irineu Messias de Araújo, o aumento de 20% é suficiente para cobrir a inflação médica média de 2015, que ficou em torno de 18%, e ainda os custos administrativos da operadora.

Os advogados do SINPECPF estão analisando o acordo tendo em vista que a Justiça pode propor algo semelhante para a categoria. Vale ressaltar que a liminar obtida pelo sindicato para suspender os reajustes da Geap segue válida.

Comentários Recentes

Somente Logado!

Registrar