Novo presidente da ADPF defende criação de 5 mil vagas para o PECPF

Em entrevista ao jornalista Matheus Leão, do portal G1, o novo presidente da ADPF, Carlos Eduardo Miguel Sobral, defendeu a criação de 5 mil novas vagas para a carreira administrativa. Segundo Sobral, a Polícia Federal aguarda disponibilização de recursos por parte do Governo para recompor os quadros do PECPF.

Sobral tomou posse na presidência da ADPF no último dia 3. Sua entrevista reforça o posicionamento adotado ao longo da gestão de seu antecessor, delegado Marcos Leôncio, que em diversas oportunidades afirmou publicamente que o maior problema da Polícia Federal era a quantidade reduzida de servidores administrativos atuando no órgão.

Na entrevista, Sobral avalia que o governo Dilma não elegeu a Polícia Federal como prioridade. Prova disso seriam os cortes orçamentários sofridos pelo departamento, que prejudicaram a manutenção de diversas atividades.

Confira aqui a entrevista: http://g1.globo.com/politica/blog/matheus-leitao/post/pf-nao-foi-identificada-como-prioridade-no-governo-dilma-diz-delegado-da-pf.html

Foto: ADPF

Comentários Recentes

Somente Logado!

Registrar