SINPECPF prestigia posse do novo superintendente do Espírito Santo

Na última quinta-feira (23), a presidente do SINPECPF, Leilane Ribeiro, foi a Vila Velha prestigiar a posse do novo superintendente do Espírito Santo, o delegado Robinson Fuchs Brasilino. Na cerimônia de posse, a presidente felicitou o novo superintendente e lhe desejou sucesso no comando da Superintendência.

O novo superintendente disse que deixará as portas de seu gabinete abertas para as entidades de classe, prometendo atenção especial aos pleitos da categoria administrativa.

O diretor-geral da PF, Leandro Daiello Coimbra, também foi a Vila Velha prestigiar a posse do novo superintendente. Em seu discurso, ele enalteceu o fato de a PF ter escapado do novo corte de orçamento promovido pelo Governo Federal. “Assim, temos condições de melhorar cada vez mais nossas operações”, declarou.

Em conversa com o diretor-geral, a presidente Leilane Ribeiro solicitou que a Administração apresente formalmente sua proposta de reestruturação das carreiras. Daiello disse ainda não ter um texto para apresentar às categorias, mas confirmou que não defenderá nenhuma proposta caso elas desagradem as categorias.

Confira mais sobre as negociações com a Direção-Geral em nosso grupo do Facebook (Apenas para filiados).

Reunião com os servidores — A presidente aproveitou a estadia em Vila Velha para se reunir com os colegas capixabas. Ela confirmou que o sindicato volta ao Ministério do Planejamento na quinta-feira (30) para tratar do reajuste salarial e da modernização das atribuições, entre outros temas. “Também lutamos por melhoria dos benefícios, mudanças no critério de incorporação da gratificação de desempenho (GDATPF) na aposentadoria e pela convocação do cadastro reserva do último concurso”, explicou.

Leilane também falou sobre a importância da representação do sindicato nos estados. “O representante é nossa ponte com os colegas do estado. É muito importante que cada estado tenha sua representação”, enfatizou. A representante eleita do Espírito Santo é a colega Sandra Regina Dos Santos Ribeiro, mas ela teve de deixar o posto porque foi removida para outro estado. “As eleições estão próximas e queremos que o Espírito Santo siga com representação”, frisou a presidente.

Outro tema de grande repercussão na reunião foi a atividade física para os servidores administrativos. A conquista obtida pelo sindicato foi suspensa no início de 2015 e a Direção-Geral não atendeu o apelo do sindicato para rever a situação. “O sindicato obteve o direito e colegas da PRF pleitearam o mesmo. O MJ então recomendou que o benefício fosse suspenso na PF”, lembra a presidente.

A recomendação do MJ chegou à PF no início de 2014. “Assim que soubemos, pedimos que a Direção-Geral contestasse a decisão, mas nada foi feito”, explicou a presidente, lembrando que os advogados do SINPECPF produziram parecer sustentando que a Direção-Geral não estava obrigada a cumprir a recomendação do MJ. “Isso mostra que o direito caiu somente porque a Administração desejava colocar um ponto final na prática desportiva. Não há outro motivo”.

Agora o SINPECPF luta pelo reestabelecimento do direito por via judicial. Além disso, o sindicato está concluindo estudo sugerindo a adoção de horário para atividade laboral. “É diferente da atividade física, porque só poderia ser feita internamente, mas é melhor que a situação atual”, avaliou a presidente. “Entendemos que a prática não é boa apenas para o servidor, mas também para a Administração, pois ela aumenta a produtividade e diminui os afastamentos por problemas de saúde”, concluiu.

Comentários Recentes

Somente Logado!

Registrar