SINPECPF visita ADPF para fortalecer o diálogo com delegados federais

Dando continuidade à política de diálogo com as entidades de classe da carreira policial, a presidente Leilane Ribeiro se reuniu ontem (26) com o presidente da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF), Marcos Leôncio. Em pauta, temas como a situação atual da Polícia Federal, o contexto de negociações com o governo e a valorização da carreira administrativa.

Leôncio negou que a continuidade das negociações das atribuições da carreira administrativa dependeriam do fim do GT dos delegados federais, como chegou a ser comentado por fonte do governo. “Não faz nenhum sentido. Até porque já encerramos essa discussão com o Planejamento”, afirmou. Ele também se colocou à disposição para produzir documento solicitando que as negociações do SINPECPF sejam retomadas o quanto antes.

Leilane lembrou que, em 2013, os delegados apoiaram publicamente o projeto de reestruturação do PECPF, e questionou se isso poderia se repetir em relação ao projeto de modernização das atribuições. “É possível sim”, afirmou Leôncio. “Terei primeiro de submeter o texto a nossa categoria, mas acredito que estamos de acordo na maior parte do que a categoria administrativa pede”, completou.

A falta de pessoal na carreira administrativa também foi discutida. Leôncio reiterou o apoio da ADPF ao pedido de criação de 2225 vagas para a categoria, hoje parado no Ministério do Planejamento. “Os delegados enxergam a questão como prioritária. Hoje, a necessidade de concursos para a área administrativa é maior do que para a área policial”, pontuou, comentando inclusive o vindouro concurso para delegado federal. “Seria melhor que o concurso fosse para a área administrativa. Atualmente, precisamos mais de administrativos do que de mais delegados”. 

Comentários Recentes

Somente Logado!

Registrar