SINPECPF alerta sobre tentativas de golpe em ações judiciais

Atenção: nos últimos dias, diversos colegas entraram em contato com o SINPECPF após terem sido procurados por supostos advogados que passavam instruções para acelerar o recebimento de ações judiciais — entre elas, a do auxílio-alimentação descontado entre 1996 e 2000. Em todos os casos, os “advogados” solicitavam depósito antecipado de dinheiro para garantir o recebimento das ações. Não caiam nessa armadilha: É GOLPE!

Esses golpistas atuam de forma simples: de alguma forma eles conseguem acesso às relações de beneficiários de ações cuja execução judicial está próxima. Com a lista em mãos, eles buscam contato com os beneficiários, propondo acelerar o pagamento da ação mediante depósito antecipado.

Os colegas que entraram em contato com o sindicato relataram terem sido procurados em razão da ação do auxílio-alimentação, dos 3,17% (ação da Fenapef — a do SINPECPF já foi paga) e até mesmo de processos relativos a perdas financeiras decorrentes dos planos econômicos dos governos Sarney e Collor. Em todos os casos, o contato foi feito por telefone.

O SINPECPF orienta seus filiados a jamais efetuarem o depósito em dinheiro solicitado nesses contatos telefônicos. Se você receber proposta neste sentido, entre em contato com o sindicato para saber o andamento correto da sua ação.

Lembramos que o processo do auxílio-alimentação descontado entre 1996 e 2000 foi movido pelo escritório Camilo & Das Virgens e que somente os advogados que trabalham nesse escritório estão autorizados a entrar em contato com os beneficiários. Não será necessário efetuar nenhum tipo de depósito para os advogados da ação — os honorários foram definidos no momento do ingresso da ação e serão descontados automaticamente.

O contato do escritório Camilo & Das Virgens é: 61 3327-2511. Para falar com o jurídico do SINPECPF, o filiado pode ligar para o telefone 0800-644-1178 ou mandar um e-mail para juridico@sinpecpf.org.br.

Comentários Recentes

Somente Logado!

Registrar