Autorizado provimento de 566 cargos da carreira administrativa da PF

A semana começou bem para os servidores administrativos da Polícia Federal. Nesta segunda-feira (18), o Ministério do Planejamento autorizou o provimento dos 566 cargos oferecidos no concurso público realizado em fevereiro deste ano. Agora a nomeação dos novos colegas depende apenas da PF, que afirma estar tomando providências para que o processo ocorra o mais rápido possível.

Com a autorização, serão providos os seguintes postos de trabalho: 11 cargos de Engenheiro; 4 cargos de Administrador; 3 cargos de Psicólogo; 2 cargos de Arquivista; 7 cargos de Assistente Social; e 534 cargos de Agente Administrativo.

A nomeação dos novos colegas era uma das reivindicações da paralisação realizada pelo SINPECPF no dia 7 de agosto em Brasília. O protesto culminou com marcha saindo do Edifício Sede da Polícia Federal até a Esplanada dos Ministérios, onde o sindicato foi recebido pelo assessor especial do Ministério da Justiça, Marcelo Veiga.

A nomeação dos novos colegas é importante para diminuir a sobrecarga de trabalho enfrentada pelos atuais servidores e também para concretizar concurso de remoções realizado no ano passado. A previsão inicial era de que as remoções fossem completadas no início deste ano, mas o processo até hoje não teve início porque a PF condicionou as remoções à posse dos novos servidores.

A marcha do dia 7 contou com o apoio de parte dos aprovados, que aguardam ansiosamente pela nomeação. A vitória do sindicato e da categoria é também a vitória desses novos companheiros de luta.

Após a nomeação dos novos colegas, o SINPECPF reivindicará que sejam chamados os excedentes do concurso para os postos em que já existem cargos vagos, haja vista a grande carência de servidores administrativos enfrentada pela PF.

Reestruturação — Além das nomeações, o protesto do último dia 7 também resultou na retomada das negociações sobre a reestruturação da carreira administrativa. Nessa quarta-feira (20) o SINPECPF se reúne com o Ministério da Justiça e o Ministério do Planejamento para tratar da questão.

Nomeação de Policiais Federais e Policiais Rodoviários Federais — Também nesta segunda-feira (18) o Ministério do Planejamento autorizou o provimento de 534 cargos para a carreira policial federal (128 delegados; 87 peritos; e 331 escrivães) e 500 cargos de policial rodoviário federal.

Comentários Recentes

Somente Logado!

Registrar