Governo confirma aumento de diária na Copa; SINPECPF quer alterações

O Governo Federal publicou no último dia 23 o Decreto nº 8.228, que aumenta, em até 100% as diárias para servidores que trabalharão na Copa do Mundo. Em seis capitais, a indenização vai dobrar: Brasília, Fortaleza, Cuiabá, Manaus, Recife e Rio de Janeiro. O aumento será de 75% em Belo Horizonte, Natal e Porto Alegre. Aqueles que estiverem em missão em Curitiba, Salvador e São Paulo receberão acréscimo de 50% no valor das diárias.

O texto também prevê a possibilidade de pagamento antecipado da diária a partir da data de entrada em vigor do decreto. A intenção é que os servidores possam assim fazer reservas antecipadas para estadia durante o período de serviço, garantindo preços mais acessíveis.

Confira abaixo os valores das diárias e também o período em que elas terão valor diferenciado:

Localidade

Período

Percentuais de Majoração

Belo Horizonte - MG

10 de junho a 12 de julho

0,75

Distrito Federal

11 de junho a 16 de julho

1

Cuiabá - MT

9 de junho a 28 de junho

1

Curitiba - PR

12 de junho a 30 de junho

0,5

Fortaleza - CE

10 de junho a 8 de julho

1

Manaus - AM

10 de junho a 29 de junho

1

Natal - RN

9 de junho a 28 de junho

0,75

Porto Alegre - RS

11 de junho a 4 de julho

0,75

Recife - PE

10 de junho a 3 de julho

1

Rio de Janeiro - RJ

11 de junho a 17 de julho

1

Salvador - BA

9 de junho a 9 de julho

0,5

São Paulo - SP

8 de junho a 13 de julho

0,5

 

Outras localidades – Embora a edição do decreto seja uma boa notícia, uma situação preocupa o sindicato: o fato de aeroportos situados em municípios da região metropolitana das cidades-sedes não estarem contemplados no decreto. São exemplos o Aeroporto Internacional de São Paulo-Guarulhos (Guarulhos – SP), o Aeroporto Internacional Afonso Pena (São José dos Pinhais – PR) e o Aeroporto Internacional de Belo Horizonte-Confins (Confins – MG).

Para o sindicato, a situação é um contrassenso, pois tais localidades sofrerão com o aumento de preços durante o período de jogos tal qual as cidades-sede. Na realidade, os preços nesses aeroportos já são inflacionados em dias normais. “Imagina na Copa?”, ironiza a diretora de comunicação social do SINPECPF, Juliana do Patrocínio, ela mesma em missão em Guarulhos.

Preocupado com o problema, o sindicato já oficiou a Direção-Geral para haja alteração do Decreto nº 8.228/2014.

Comentários Recentes

Somente Logado!

Registrar