Presidência da República pedirá ao MPOG definição sobre modernização do PECPF

O SINPECPF voltou a se reunir com a Secretaria-Geral da Presidência da República na manhã dessa quinta-feira (17), novamente com o assessor especial José Lopes Feijóo, designado pela Presidência para buscar soluções para a crise institucional enfrentada pela PF. Nesta última reunião, o sindicato fez tudo para tornar a tarefa do assessor especial mais fácil, mostrando que a reestruturação da carreira administrativa tem potencial para pôr fim a uma série de problemas na PF.

Para tanto, o sindicato chegou à reunião munido de dois documentos produzidos após o encontro anterior com Feijóo: o relatório do Ministério do Planejamento que confirma a necessidade de modernização do PECPF e o ofício da PF encaminhado ao Planejamento pedindo celeridade no debate sobre as novas atribuições da carreira. "A direção da PF quer a reestruturação e o Planejamento reconhece que a modernização é necessária", frisou a presidente Leilane Ribeiro de Oliveira. "A Presidência precisa apenas pedir celeridade para que isso aconteça", completou.

O sindicato destacou que a reunião acontecia exatamente um dia após a PF ter enviado dezenas de servidores administrativos em missão para São Paulo para cobrir eventuais greves de terceirizados no período pré-Copa do Mundo. "Nós queremos essa responsabilidade, mas precisamos de algo concreto com relação a nossas demandas até lá", destacou a presidente, esclarecendo ainda que a valorização do PECPF não é mera questão de vaidade, mas de justiça: "Somos diferenciados porque as atividades que realizamos são diferenciadas. Queremos o reconhecimento formal disso", pontuou. "Deveres e direitos devem andar juntos", arrematou a suplente de diretoria Jacqueline Rodrigues.

Diante dos documentos e da argumentação do sindicato, Feijóo questionou se uma resposta do Ministério do Planejamento sobre como se daria a modernização das atribuições da carreira administrativa poderia servir como ponto de partida para atender os anseios da categoria. "A partir daí poderíamos discutir capacitação, novas gratificações, reestruturação salarial, etc.", avaliou ele. O sindicato concordou, desde que o diálogo com o Planejamento seja retomado antes da Copa do Mundo. "Conversarei com Sérgio Mendonça assim que voltar à Brasília na semana que vem", garantiu o assessor especial.

Comentários Recentes

Somente Logado!

Registrar