SINPECPF quer definição rápida sobre modernização das atribuições

O SINPECPF oficiará o Ministério do Planejamento solicitando a continuidade do Grupo de Trabalho que discute a reestruturação do PECPF. Na avaliação da diretoria do sindicato, o trabalho não pode ser encerrado, já que a Secretaria de Relações de Trabalho não propôs alternativa concreta de reorganização do PECPF, tendo tão somente sinalizado discutir a modernização das atribuições da carreira.

A preocupação do sindicato é garantir que não seja criado novo Grupo de Trabalho para discutir as atribuições, o que poderia servir de pretexto para mais atrasos nas negociações. A diretoria entende que esse é o modus operandi do Planejamento: “concluir” uma negociação sem conclusão para dar início a uma nova, rediscutindo tudo do zero.

A diretoria também pretende mudar o tom caso a negociação continue, adotando uma postura mais combativa nos debates. A ideia é dar um ultimato ao governo, fixando prazos que, se descumpridos, acarretariam ações de resposta por parte da categoria. A intenção é que essas ações sejam planejadas em conjunto com a categoria, em Assembleia Geral Extraordinária.

Direção-Geral – O SINPECPF também aguarda reunião com a Direção-Geral da Polícia Federal para debater a modernização das atribuições da carreira administrativa. O encontro deve acontecer ainda nesta semana e a intenção é pressionar a administração do órgão a dar celeridade às negociações em torno do tema.

Para a presidente Leilane Ribeiro de Oliveira, a Direção-Geral precisa prometer menos e agir mais. “O texto das atribuições tem de ser encaminhado ao Congresso Nacional o quanto antes e isso depende muito mais da administração da PF que do Ministério do Planejamento”, avalia.

Para aumentar a pressão para que o texto chegue logo ao Congresso, o sindicato também irá recorrer aos parlamentares, solicitando que eles cobrem da Direção-Geral e do Governo o envio imediato da proposta.

Comentários Recentes

Somente Logado!

Registrar