Administrativos da PF não irão aderir à paralisação do próximo dia 11

A maioria dos colegas que votaram na enquete lançada pelo SINPECPF entende que a categoria não deve aderir formalmente à paralisação do dia 11 de julho planejada pelo Fórum Nacional das Entidades dos Servidores Públicos. Para 61,45% dos votantes, o PECPF deve esperar o resultado da reunião com o Ministério do Planejamento no próximo dia 17 para, aí sim, deliberar sobre uma manifestação própria, focada na reestruturação da categoria.

Então colegas, é hora manter o foco: no dia 18 de julho o SINPECPF realizará Assembleia Geral Extraordinária para expor os resultados da reunião com o Ministério do Planejamento e definir as ações que a categoria deve tomar. A participação de todos é fundamental! O sucesso da nossa luta dependerá do grau de mobilização da categoria, e aqueles que não participarem estarão “autorizando” o governo a empurrar a reestruturação com a barriga por mais alguns anos.

Participação liberada – Apesar do resultado da enquete, o SINPECPF segue apoiando a paralisação do dia 11 de julho por entender que as reivindicações em pauta são de interesse dos servidores administrativos da PF. A presidente Leilane Ribeiro de Oliveira acompanhará de perto as manifestações em Brasília e os colegas da capital federal e dos demais estados estão liberados para aderir às manifestações.

Em Brasília, a concentração será às 15h00, em frente à Biblioteca Nacional. A partir das 16h00, os servidores seguirão em marcha até o Ministério do Planejamento, onde tentarão uma agenda com a ministra Miriam Belchior.

Comentários Recentes

Somente Logado!

Registrar