Enquete: o PECPF deve paralisar dia 11 ou fazer manifestação própria?

O Fórum Nacional das Entidades dos Servidores Públicos Nacional, em conjunto com oito centrais sindicais, planeja promover “paralisação geral do serviço público” no dia 11 de julho, como forma de pressionar o governo a atender reivindicações gerais da categoria. O SINPECPF quer saber o que a categoria pensa a respeito do tema. Como tudo na vida, a escolha tem seus prós e contras, e o sindicato quer usar este espaço para refletir sobre a questão.

É certo que uma mobilização conjunta das principais categorias do serviço público teria repercussão muito maior do que qualquer movimento isolado. Principalmente nestes dias em que manifestações populares têm tomado o país de assalto e pautado o discurso da mídia. O governo não poderá ignorar um movimento desse patamar e será obrigado a negociar, oferecendo respostas para a pauta de reivindicações.

O problema é que a pauta de reivindicações do Fórum Nacional das Entidades é genérica e a prioridade de nossa categoria é específica – a reestruturação do PECPF. No próximo dia 17, voltaremos ao Ministério do Planejamento para conhecer a proposta do governo para nossa demanda e talvez fosse o momento ideal para uma manifestação própria, chamando a atenção para aquilo que mais nos interessa.

É claro que o PECPF isoladamente não tem condições materiais nem humanas de competir com um movimento global como o articulado pelo Fórum Nacional das Entidades e as Centrais Sindicais. Contudo, os que participaram da greve do ano passado sabem que com um pouco de garra e criatividade temos condições de chamar a atenção da mídia para nossas ações. É qualidade em vez de quantidade, mas para isso dar certo, precisamos que toda a categoria esteja mobilizada.

Colocadas as cartas na mesa, o SINPECPF quer saber: você acha que o PECPF deve paralisar atividades no dia 11 de julho ou deve fazer uma manifestação própria posteriormente? Para responder, é preciso estar cadastrado no site do SINPECPF. Caso a maioria dos colegas responda NÃO, deveremos então articular uma manifestação original e exclusiva do PECPF para outra data.

Comentários Recentes

Somente Logado!

Registrar