Aniversário da PF: DG afirma que reestruturação do PECPF é prioridade

“Ampliação do efetivo, manutenção da aposentadoria especial para os policiais e reestruturação da carreira administrativa”. Neste dia em que a PF completa 69 anos, esses são os “presentes” que o diretor-geral Leandro Daiello Coimbra disse querer receber do Governo Federal em um futuro próximo. As prioridades foram listadas em discurso proferido durante solenidade pelo aniversário da instituição, realizada no auditório do Ed. Sede em Brasília – DF.

Sobre a reestruturação da carreira administrativa, Daiello revelou ter se reunido na semana passada com o secretário de relações de trabalho do Ministério do Planejamento, Sérgio Mendonça, para tratar da questão. “A reestruturação receberá encaminhamento. Falta definir apenas algumas questões técnicas”, assegurou. O diretor-geral revelou ainda já ter iniciado conversas com a Casa Civil para articular a aprovação da reestruturação no Congresso. “Vencida a etapa no Planejamento, já temos de pensar na próxima fase de negociações”.

O diretor-geral também confirmou o sinal verde do Planejamento para um novo concurso para a categoria administrativa ainda em 2013, preenchendo aproximadamente 600 vagas. Reproduzindo discurso que o SINPECPF adota há alguns anos, Daiello comparou a PF a uma máquina, na qual todas as engrenagens precisam funcionar adequadamente. “Não desistiremos jamais de defender os interesses da categoria administrativa”, garantiu.

Munidos de Atas de reuniões do Conselho Superior de Polícia datadas da década de 70, o diretor-geral e o diretor de gestão de pessoal, Marcos Aurélio Pereira de Moura, mostraram como alguns pleitos do órgão são antigos. Naquela época, já causava preocupação a ausência de moradias para os servidores lotados nas fronteiras e o efetivo inferior a 13 mil homens, pleitos que até hoje não foram concretizados. “As lutas são longas, mas há avanços. Sabemos que o que conquistarmos hoje poderá não ser suficiente para atender as demandas do amanhã, mas devemos continuar trabalhando pelo fortalecimento da instituição”, pontuou o diretor-geral.

Atribuições – Após a solenidade, o diretor geral teve uma breve conversa com a presidente do SINPECPF, Leilane Ribeiro de Oliveira. Nela, ele garantiu que as atribuições da categoria administrativa serão encaminhadas ao Ministério da Justiça a tempo de o sindicato participar das discussões iniciadas com as demais entidades de classe. “A diretoria da PF aprovou o novo texto do sindicato e as atribuições devem ser encaminhadas nos próximos dias”, prometeu.

Comentários Recentes

Somente Logado!

Registrar