Veja publica nota do SINPECPF sobre inexistência de programa de apoio psicológico

Para quem não conhece o jargão jornalístico, “barriga” é uma informação incorreta publicada sem intenção de prejudicar o leitor. Ou seja: um erro ou mancada do jornalista. Há duas semanas, a revista Veja deu uma “barriga” sensacional: noticiou que a PF teria lançado programa de apoio psicológico aos policiais federais em resposta ao alto índice de suicídios registrado ao longo de 2012. A informação, como se sabe, não condiz com a realidade, e a revista está empreendendo esforços para se retratar.

O esforço mais significativo até o momento foi a publicação de versão resumida da nota divulgada pelo SINPECPF esclarecendo que aquela notícia era inverídica e não tinha fundamento. O texto está presente na seção de “Cartas” da edição desta semana.

O colunista Ricardo Setti, que replicou a nota em seu blog hospedado no site da Veja, também se retratou após inúmeras manifestações de servidores da PF na área de comentários do blog. Ele afirma ter solicitado nova checagem dos fatos ao jornalista responsável pela nota.

O SINPECPF conversou com o jornalista responsável pela editoria “Brasil” de Veja, onde a nota foi originalmente publicada. Ele garantiu que a informação lhe foi repassada por alguém de “dentro da PF”, sem citar nomes, e prometeu apurar melhor os fatos para uma reportagem futura sobre o tema.

Comentários Recentes

Somente Logado!

Registrar