2013 começa com reajustes no auxílio-alimentação e reembolso de planos de saúde

Boa notícia para os servidores públicos do Poder Executivo Federal: 2013 começa com reajustes em parte dos benefícios pagos a estes trabalhadores. A partir deste mês, o auxílio-alimentação salta de R$ 304 para R$ 373 – aumento de R$ 69 – conforme Portaria 619. Também houve reajuste no reembolso para custeio de planos de saúde particulares. Os valores per capita ficarão agora entre R$ 82,83 e R$ 167,70 – aumento de até 30%, conforme Portaria 625.

De acordo com o Ministério do Planejamento, a nova tabela de assistência à saúde suplementar foi ampliada para 10 faixas etárias. A variação dos valores se dá conforme a idade e a remuneração do servidor. Quanto mais elevada a faixa etária e menor a renda, maior é a contrapartida da União. Assim, a maior contribuição do governo é destinada os servidores (ou dependentes) na faixa com 59 anos ou mais e com remuneração até R$ 1.499. Já os mais jovens e com maior renda receberão menos. O menor reembolso vai para quem ganha mais de R$ 7.500 e tem até 18 anos.

Até o ano passado, o benefício variava entre R$ 72 e R$ 129, conforme renda e idade do servidor ou dependente.

Discrepância entre poderes – O ajuste do auxílio-alimentação segue regra estipulada no Orçamento que impede aumento superior ao valor médio pago no serviço público, que no ano passado era de R$ 387. De acordo com o Governo, a medida visa diminuir ano a ano a abissal diferença existente hoje entre os benefícios pagos por Legislativo, Judiciário e Executivo. Embora sem reajuste, os servidores do Judiciário e do Legislativo recebem hoje quase o dobro que os do Executivo – respectivamente R$ 710 e R$ 750.

Reajuste salarial – O reajuste salarial negociado entre SINPECPF o Ministério do Planejamento em agosto do ano passado também está assegurado. Ele passa a valer a partir do contracheque deste mês, pago em fevereiro. Clique aqui para conferir a nova tabela.

Comentários Recentes

Somente Logado!

Registrar