Escrivães, papiloscopistas e agentes podem por fim à greve

Após 70 dias em greve, escrivães, papiloscopistas e agentes (EPAs) da PF podem retornar ao trabalho nesta segunda-feira (15). Ainda não houve acordo no que tange ao pleito de reestruturação da carreira policial, e a categoria também rejeitou proposta de reajuste de 15,8% oferecida pelo governo. Entretanto, os policiais avaliam que o momento é de adotar outras estratégias para suas reivindicações.

Em entrevista ao G1, o presidente da Fenapef, Marcos Vinício Wink, informou que a federação decidiu orientar os sindicatos estaduais pelo fim da greve porque entendeu que deveria mudar a estratégia de negociação com o governo. "Decidimos apostar numa reabertura de negociação, sem greve”. Cada estado terá de informar sua decisão até hoje à tarde, mas a Fenapef avalia que a maioria dos grevistas irá retornar ao trabalho.

Em seu site institucional, a Fenapef sustenta que o estado de mobilização da categoria deve continuar, agora em nova fase. A entidade pretende seguir com a campanha “SOS Polícia Federal” nas ruas, levando o protesto também para as unidades de trabalho.

Com informações do portal G1 e da Agência Fenapef

Comentários Recentes

Somente Logado!

Registrar