SINPECPF e CRH definem como será feita compensação dos dias de greve

A presidente do SINPECPF, Leilane Ribeiro de Oliveira, conversou hoje (14) com o Coordenador de Recursos Humanos da PF, Jorgeval Silva Costa, para negociar a reposição dos dias de greve da categoria administrativa. Ontem, o Ministério do Planejamento solicitou à CRH que a PF desconte 50% das horas paradas na greve. Os valores descontados serão devolvidos aos servidores em folha suplementar assim que o acordo fechado com a PF for encaminhado ao Planejamento.

Na próxima semana o sindicato se reunirá com a CRH para elaborar o cronograma de reposição. O foco será estipular prazo que a categoria terá para repor o período em que esteve em greve, bem como quantas horas por semana poderão ser compensadas.

Outra preocupação das negociações será conciliar a reposição dos dias parados com a compensação realizada para o recesso do fim de ano, de modo a não sobrecarregar a categoria.

Os servidores que tiveram a iniciativa de procurar as chefias imediatas para já começar a repor os dias parados podem ficar tranquilos. Esses acordos serão levados em conta pela PF. Na verdade, a CRH explica que todos os servidores terão de negociar junto à chefia o melhor formato para a reposição. A única preocupação será realizar a reposição dentro do prazo estipulado e sem estourar o limite máximo de horas por semana.

Comentários Recentes

Somente Logado!

Registrar