Planejamento suspende reunião para tratar de pauta geral

O Ministério do Planejamento sinalizou que não apresentará amanhã (31) a proposta de reajuste aguardada pelos servidores federais. O órgão enviou hoje (30) um ofício às entidades que organizam a Campanha Salarial Unificada 2012 suspendendo as reuniões sobre a pauta de reivindicações geral, previstas para esta semana. Os encontros devem ser retomados a partir do dia 13 de agosto.

A data (31 de julho) havia sido acordada como prazo final para apresentação de uma proposta, a fim de que os servidores tivessem tempo suficiente para analisá-la. Isso porque após 30 de agosto já não será mais possível modificar a previsão orçamentária para 2013.

Por meio da assessoria de comunicação, o Planejamento confirmou o envio do ofício, mas disse que a negociação da pauta geral foi apenas adiada. Segundo o órgão, as reuniões com as categorias para debater assuntos específicos estão mantidas.

Campanha Salarial Unificada – Os servidores querem a correção da inflação desde 2010 e a aplicação do crescimento acumulado do Produto Interno Bruto (PIB) do mesmo período, o que representaria um reajuste salarial de 22,08%. O Ministério do Planejamento, no entanto, descartou reajuste nessa proporção e desde então os servidores aguardam uma contraproposta.

Além dos ajustes remuneratórios, a pauta dos servidores inclui reajuste dos benefícios – auxílio-transporte, assistência médico-odontológica, assistência pré-escolar, etc. – definição de data-base, incorporação de gratificações no vencimento-básico e paridade entre ativos e inativos.

Com informações da Agência Brasil.

Comentários Recentes

Somente Logado!

Registrar