Deputados promovem audiência pública para debater indenização de fronteira

A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado (CSPCCO) da Câmara dos Deputados promove na próxima terça-feira (29), audiência pública para debater a implantação de indenização para os servidores da Polícia Federal lotados em regiões fronteiriças ou de difícil provimento. O evento será realizado no Plenário 6 do Anexo II da Câmara, com início previsto para as 14h00.

Convidado pelos parlamentares, o SINPECPF participará da discussão para defender que a indenização seja instituída o mais rápido possível e que o valor pago aos servidores administrativos seja idêntico ao dos policiais. Na avaliação do sindicato, a isonomia é uma questão de justiça, visto que os servidores administrativos são submetidos às mesmas privações que a categoria policial, com o agravante de receberem salário bastante inferior.

O sindicato também irá defender que a indenização não abarque apenas as unidades fronteiriças da Polícia Federal, mas toda a região da Amazônia Legal. “Há locais no interior da Amazônia e do Pará tão inóspitos quanto as cidades de fronteira. É justo que os servidores lotados naqueles locais também sejam contemplados”, pontua a presidente Leilane Ribeiro de Oliveira.

Para o SINPECPF, a indenização é fundamental para fixar os servidores administrativos nessas localidades, evitando migração desses profissionais para os grandes centros. Vale destacar que essas regiões são justamente as que mais sofrem com a escassez de servidores e que em algumas localidades, a carência de administrativos é superior a de policiais. “A indenização é importante para mudar esse quadro, evitando que a administração seja obrigada a colocar policiais em funções administrativas”, alerta Leilane.

Além do SINPECPF, foram convidados para o evento o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, o diretor-geral da PF, Leandro Daiello Coimbra, a diretora-geral da Polícia Rodoviária Federal, Maria Alice Nascimento Souza, além de representantes das demais entidades classistas da PF e da PRF. O evento será transmitido ao vivo pelo site da Câmara dos Deputados.

Comentários Recentes

Somente Logado!

Registrar