SINPECPF irá disponibilizar auxílio jurídico em ações contra Geap

As circunstâncias do falecimento do secretário de recursos humanos do Ministério do Planejamento, Duvanier Paiva Ferreira, acenderam o sinal de alerta dos servidores em relação à qualidade dos planos de saúde oferecidos pela Administração. Com o PECPF não foi diferente: nos últimos dias, o SINPECPF recebeu diversas denúncias de irregularidades atribuídas à Geap, bem como reclamações sobre a qualidade dos serviços prestados por diversas operadoras.

As denúncias dão conta da recusa da Geap em bancar vários tipos de procedimentos e exames, em desacordo com termos estabelecidos em contrato. Há também relatos de que a Geap estaria se negando a dar continuidade a tratamentos iniciados junto a outras operadoras e ainda queixas sobre o encolhimento da rede credenciada da empresa — em especial de hospitais e laboratórios —, por falta de pagamento aos prestadores de serviço.

Diante desses fatos, o SINPECPF decidiu oficiar o Ministério do Planejamento e o Palácio do Planalto para solicitar às autoridades maior atenção e sensibilidade no que tange à celebração de convênios de prestação de serviços de assistência à saúde com órgãos e entidades da Administração Pública. Para o Sindicato, a Administração não pode se eximir de cobrar atendimento de qualidade das operadoras com que firma convênio, fiscalizando de forma minuciosa o atendimento prestado aos servidores.

No documento, solicitamos ainda que a Administração aumente sua participação financeira nos contratos, garantindo assim que os servidores tenham acesso a serviços de maior qualidade. Outra reivindicação é que seja simplificado o acesso ao repasse concedido aos servidores que desejam contratar empresa diversa daquela que mantém contrato com o Poder Público, dada a dificuldade para vencer a burocracia do processo atual.

Advogados – Como a saúde é o bem mais precioso de uma pessoa, o SINPECPF decidiu ir além da cobrança às autoridades: na defesa de nossos filiados, iremos disponibilizar o auxílio jurídico de nossa equipe de advogados para aqueles que quiserem acionar a Geap na justiça.

Para tanto, é de fundamental importância que o filiado reúna documentação comprobatória de que a Geap agiu em desacordo com os termos estabelecidos em contrato, ou ferindo a legislação competente. Os advogados irão analisar o teor de cada denúncia, avaliando a possibilidade de ajuizamento de processo.

As denúncias encaminhadas serão também levadas ao conhecimento da Agência Nacional de Saúde (ANS), para que essa tome as competências cabíveis.

Comentários Recentes

Somente Logado!

Registrar