Policiais promovem operação-padrão nesta quinta por melhores condições de trabalho

A Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef) promoverá amanhã (24), em todos os postos de fronteira e bases fluviais instaladas às margens dos rios que cortam o Rio Amazonas vindos de países vizinhos, operação-padrão em protesto contra a demora do Governo em concretizar seu Plano Estratégico de Fronteiras, projeto que prevê uma série de medidas por melhores condições de trabalho nessas regiões, entre as quais o aumento de efetivo e o pagamento de adicional para os servidores.

Segundo o governo, o Plano Estratégico de Fronteiras ainda não saiu do papel devido à crise financeira que assola a economia global, que resultou em cortes orçamentários. A expectativa do Governo é de que as medidas possam ser adotadas em 2012.

A Fenapef não concorda com a demora e defende que pelo menos o adicional para os servidores da região de fronteira seja instituído imediatamente, por meio de medida provisória. Vale lembrar que, de acordo com a proposta encaminhada ao Ministério da Justiça pelas entidades classistas da PF – e avalizada pela Direção-Geral do órgão – os servidores administrativos também serão beneficiados.

Manifestações –Também amanhã, doze dos sindicatos estaduais que compõe a base da Fenapef, mais o Sindipol/DF, realizarão manifestações em frente às superintendências estaduais e ao Ed. Sede da Polícia Federal, em protesto contra a situação de descaso e abandono do Departamento de Polícia Federal. Além de defender a imediata implantação do adicional de fronteira, o movimento pede o fim da terceirização irregular que assola o órgão e combate a perseguição a representantes sindicais e servidores por meio de assédio moral.

Como essas batalhas são de interesse também da categoria administrativa, o SINPECPF apoia o movimento dos policiais. Toda nossa base está formalmente liberada para participar das manifestações.

Com informações extraídas do site da Fenapef.

Comentários Recentes

Somente Logado!

Registrar