Proposta de reajuste para o PECPF é idêntica a das demais carreiras administrativas

As perspectivas para a reunião dessa terça-feira (30) se confirmaram, e o Ministério do Planejamento apresentou para o PECPF a mesma proposta de reajuste salarial oferecida para as carreiras representadas pela Condsef. Para o nível superior, a proposta é elevar o teto para sete mil reais (representando reajuste em torno de 15,5%). Para os níveis intermediário e auxiliar, o ajuste viria por meio de valores fixos, de 211 e 105 reais respectivamente.

Em todos os casos, o reajuste incidiria sobre a Gratificação de Desempenho (GDATPF). Com isso, aposentados e pensionistas fariam jus a 50% dos valores propostos. Vale destacar ainda que, caso a proposta seja aceita, o reajuste só passará a vigorar em julho de 2012.

Na mesma reunião, o Planejamento confirmou que não há proposta de reajuste para os colegas Agentes, Escrivães e Papiloscopistas (0%). Delegados e Peritos, que negociaram separadamente, também não tiveram proposta de ajuste.

Reestruturação - O Governo alega que o cenário de crise impede qualquer reajuste acima das propostas oferecidas para 2012. Contudo, segundo o secretário de recursos humanos do Ministério do Planejamento, haveria disposição em avançar nas negociações para reajustes em 2013. Com relação à reestruturação da carreia administrativa, a proposta do Planejamento é firmar termo de compromisso estabelecendo que as tratativas devem transcorrer no período de setembro de 2011 a março de 2012.

Todas estas questões serão colocadas em debate na Assembleia Geral Extraordinário desta quarta-feira (31).

Comentários Recentes

Somente Logado!

Registrar