ATUALIZADO Câmara confirma data de audiência pública com presidente do SINPECPF

Servidor administrativo, anote em sua agenda: a Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da Câmara dos Deputados agendou para o dia 28 de junho, às 14h00, a audiência pública que irá debater a iniciativa da PF de terceirizar parte de seus postos de trabalho. Entre os convidados pelos parlamentares está a presidente do SINPECPF, Leilane Ribeiro de Oliveira, que aproveitará o espaço concedido para defender a reestruturação da carreira administrativa como alternativa à terceirização irregular.

A audiência foi requerida pelo deputado Delegado Protógenes (PCdoB/SP) após a revista ISTOÉ denunciar, em reportagem de capa, a terceirização de atribuições que, conforme determina a lei, deveriam ser exclusivamente executadas por servidores de carreira da PF, tais como o controle de imigração e a emissão de passaportes. A reportagem se refere ao processo de terceirização como “privatização da PF”.

Além da presidente do SINPECPF, a Comissão de Segurança Pública também convida para a audiência o ex-diretor geral da PF, Luiz Fernando Corrêa; a delegada Silvane Mendes Gouvêa, autora de parecer contrário à terceirização; o diretor de relações de trabalho da Fenapef, Francisco Carlos Sabino; e o presidente do Sindicato dos Servidores do Departamento de Polícia Federal no Estado do Rio de Janeiro, Telmo Corrêa, todos citados pela reportagem da ISTOÉ.

Em conversa com os representantes do sindicato, Protógenes ficou convencido da importância de o SINPECPF participar da audiência, não somente pela carreira administrativa ser diretamente interessada na questão, mas também porque os servidores administrativos podem ajudar a mostrar que tipo de problemas a terceirização irregular acarreta à PF.

Desta forma, a audiência representa excelente oportunidade para expormos as mazelas que atormentam a PF. Mas para que nossa voz tenha ainda mais força, a participação de cada colega é muito importante. Precisamos tomar o Plenário no qual a audiência será realizada e demonstrar toda nossa indignação com a situação que o órgão está vivendo. Para que a reestruturação saia do papel, é necessário vontade política, e nada melhor que um Plenário repleto de servidores insatisfeitos para que essa vontade apareça.

ATUALIZADO - O SINPECPF IRÁ DISPONIBILIZAR ÔNIBUS, QUE SAIRÁ ÀS 13h30 DO ED. SEDE, PARA OS FILIADOS QUE QUISEREM COMPARECER À AUDIÊNCIA E LUTAR PELA REESTRUTURAÇÃO DA CARREIRA.

Comentários Recentes

Somente Logado!

Registrar