Terceirização em aeroportos passa a ser alvo de críticas da imprensa

Impossível não comemorar o discurso proferido pelo jornalista Alexandre Garcia durante a edição de segunda-feira (18) do “Bom Dia Brasil”. Exercendo função de comentarista, Garcia criticou de forma veemente a terceirização praticada pela Polícia Federal em postos de fiscalização nos aeroportos. Segundo o jornalista, a prática facilita a entrada de imigrantes ilegais no país, gerando casos como o do garoto haitiano abandonado por um “coiote” no metrô de São Paulo.

As palavras de Alexandre mostram que a imprensa não perdeu o bom senso, e que a partir de agora a Polícia Federal passará a ser cobrada pela decisão errônea de terceirizar setores vitais de nossa segurança pública, prática constantemente atacada pelo SINPECPF. “Sempre denunciamos estas práticas em nossas conversas com a imprensa. Nossos relatos certamente foram alvo de debates, colaborando para que os jornalistas se atentassem para a questão”, avalia a presidente Leilane Ribeiro de Oliveira.

O SINPECPF irá continuar cobrando uma mudança de mentalidade por parte da direção da Polícia Federal e do Governo Federal na questão da terceirização. Setores como o de imigração são importantes demais para ficarem a cargo de profissionais terceirizados. E não se trata de colocar em dúvida a competência desses profissionais, mas de ressaltar a responsabilidade existente nessas atribuições, tarefas que devem exigir vínculo entre o Estado e a pessoa encarregada de executá-las. “É bom que a questão esteja em voga na mídia, pois isso ajudará não somente o sindicato, mas toda a sociedade a exigir que sejam efetuadas as mudanças de que a Polícia Federal necessita”, observa Leilane.

Comentários Recentes

Somente Logado!

Registrar