Entidades de classe se reunem com diretor-geral para debater parcerias com a PF

O SINPECPF participou, na manhã da última quinta-feira (17), de audiência com o diretor-geral da Polícia Federal, Leandro Daiello Coimbra, na qual foram debatidas parcerias entre PF e entidades de classe em ações pela melhoria do ambiente de trabalho e da qualidade de vida dos servidores. Também participaram do encontro representantes da Associação dos Servidores da Polícia Federal do DF (Diref) e da Associação Nacional de Delegados de Polícia Federal (ADPF).

Entre os temas abordados, ganhou destaque o projeto de revitalização do Centro de Treinamento e Lazer (CTL) da Diref. A ideia que o CTL passe a contar com academia de musculação, pista de atletismo, centro médico e creche, entre outras melhorias que são antigas reivindicações de todas as categorias. A proposta – que já vinha sendo debatida com o atual diretor de administração e logística policial, Rogério Galloro – também prevê que as entidades de classe passem a contar com espaços próprios junto ao CTL, para desempenharem atividades estando próximas aos servidores. O diretor-geral gostou do projeto e prometeu avaliar a possibilidade de a PF colaborar.

Daiello também pediu a colaboração das entidades de classe no desenvolvimento de ações motivacionais para os servidores, em especial os aposentados. Para o diretor, é muito importante que a PF passe a valorizar sua própria história, devendo, assim, prestar tributos àqueles que dão seu suor pelo órgão. O presidente da Diref, João Antunes, concorda. Ele revelou que as entidades têm se reunido em prol da construção de um calendário único de eventos, e que o primeiro deles está definido para o dia 30 de março, em comemoração ao 67º aniversário da Polícia Federal.

A presidente do SINPECPF, Leilane Ribeiro de Oliveira, também cobrou mais ações da Polícia Federal pela melhoria da saúde de seus servidores. “A PF parece ter se eximido desta responsabilidade”, avaliou, citando o corte dos atendimentos antes prestados pelos médicos do PECPF, que hoje realizam quase somente laudos periciais. “As entidades de classe hoje trabalham para oferecer bons planos de saúde para seus filiados, o que é muito bom, mas a Polícia Federal também pode aproveitar os recursos que têm para empreender mais ações de melhoria da saúde”, completou.

Novo DLOG

O encontro também serviu para que o diretor-geral apresentasse o futuro diretor de administração e logística policial, Sérgio Barbosa Menezes, atual superintendente do Espírito Santo. Ao final da reunião, Leilane teve uma rápida conversa com o Menezes a respeito das demandas do PECPF. “Temos muito a fazer em relação aos servidores administrativos. Espero que possamos estabelecer uma relação de parceria, para avançarmos nas negociações de nossas demandas”, afirmou a presidente.

Menezes prometeu adotar postura sensível frente às demandas da categoria, pois entende que os servidores do PECPF são essenciais para o órgão e precisam ser valorizados.

Antes do término do encontro, o diretor-geral revelou estar bastante satisfeito em saber que as entidades de classe da PF estão debatendo  a construção de uma proposta conjunta de reajuste salarial. “Fico bastante feliz com essa notícia, pois sempre defendi a união entre as categorias”.

Comentários Recentes

Somente Logado!

Registrar