Planejamento explica situação do projeto de reestruturação do PECPF

A diretora de relações de trabalho do Ministério do Planejamento, Marcela Tapajós, telefonou hoje (16) para a presidente do SINPECPF, Leilane Ribeiro de Oliveira, para esclarecer o porquê da demora em agendar nova reunião para tratar da reestruturação da carreira administrativa. Segundo a diretora, o processo de transição no MPOG não está concluído e a nova ministra, Mirian Belchior, ainda não autorizou a retomada dos agendamentos.

Marcela explicou que a reestruturação pleiteada pelo SINPECPF – com a devida transformação dos atuais servidores do PECPF em analistas e técnicos da Polícia Federal – poderá acontecer, desde que o governo se pronuncie favoravelmente sobre projeto de idêntico teor elaborado para os servidores administrativos da Advocacia Geral da União (AGU), que ainda terá de ser analisado pela Casa Civil antes de ser encaminhado para o Congresso.

Como explica a diretora, o projeto da AGU foi concebido para ser uma espécie de divisor de águas em processos desta natureza, pois a orientação do governo até pouco tempo atrás era vetar qualquer reestruturação desta natureza. “Uma vez que as negociações com a AGU estavam mais avançadas, decidimos utilizar o processo deles como piloto”, revelou. “Mas de nada adianta trabalharmos em mais projetos deste tipo sem sabermos se a Casa Civil dará seguimento à proposta da AGU”, completa, deixando claro que a aprovação do projeto da AGU atestaria que o entendimento do governo sobre a questão sofreu alterações.

Por fim, Marcela garantiu que, com a eventual aprovação da reestruturação da AGU pela Casa Civil, o SINPECPF será chamado para tratar da reestruturação da carreira administrativa da PF.

Comentários Recentes

Somente Logado!

Registrar