Debate sobre Lei Orgânica só será retomado em 2011

Quem compareceu à reunião da Comissão Especial que analisa o projeto de Lei Orgânica nessa quarta-feira (15) assistiu à repetição de um filme. Novamente sem quórum para votar o relatório do dep. Laerte Bessa (PSC/DF), a reunião foi suspensa pelo presidente Nelson Pellegrino (PT/BA). Como os trabalhos parlamentares se encerram na próxima quarta-feira (22), os deputados não quiseram agendar nova data para a votação. Assim, o debate só será retomado na próxima legislatura.

A presidente do SINPECPF, Leilane Ribeiro de Oliveira, voltou a lamentar a falta de quórum que impossibilitou a votação. “O texto do relatório era bem interessante para nossa categoria, é uma pena que não tenha sido aprovado”, afirmou, justificando seu descontentamento. “De todo modo, compreendo o fato de que outras categorias não estavam satisfeitas com o conteúdo do relatório”, ponderou, ressaltando que a reestruturação administrativa era consenso entre os demais interessados. “Não foi nossa demanda que paralisou o debate. Infelizmente, nosso pleito acabou ficando no meio de um fogo cruzado”.

A perspectiva agora é de que outro relator seja eleito para produzir nova análise do projeto original, uma vez que Bessa não foi eleito para o próximo mandato. Segundo a presidente, o SINPECPF está preparado para enfrentar os desafios que este novo cenário deve impor. “Entraremos neste novo debate em uma posição mais confortável. Nosso pleito já é conhecido por diversos parlamentares, e já sabemos que, para sensibilizar os demais, devemos novamente expor os descalabros que hoje acontecem na Polícia Federal em virtude da demora na reestruturação do PECPF”.

Comentários Recentes

Somente Logado!

Registrar