Representante estadual: uma peça fundamental para as atividades do SINPECPF

O Brasil é um país de dimensões continentais, com estados que chegam a ser maiores do que muitas nações. Assim, para que o SINPECPF possa de fato exercer seu caráter nacional, atuando em todos os estados do país, é necessário contar com elos que aproximem a diretoria dos pontos mais distantes. Estes elos são os representantes estaduais, responsáveis por retransmitir e amplificar as mensagens e os ideais do sindicato, bem como liderar ações e manifestações no âmbito estadual.

Em outras palavras: uma vez que é impossível para a diretoria estar em todos os estados ao mesmo tempo, faz-se necessária a atuação de representantes, que devem assumir a dianteira das atividades de acordo com a orientação da cúpula. Desta forma, ser representante significa assumir responsabilidades, e a mais importante delas é servir como mediador entre filiados e diretoria. Isso porque alguns filiados sentem-se mais a vontade quando seus questionamentos são respondidos não por um e-mail ou pelo telefone, mas por uma pessoa que ele conhece pessoalmente. Boa parte dos aposentados pensa desta forma.

Isso não significa que o representante seja obrigado a conhecer as respostas para todas as perguntas que lhe forem feitas. Ao se deparar com um questionamento ao qual não pode responder, o representante deve entrar em contato com o SINPECPF, que irá orientá-lo sobre como auxiliar o filiado em questão. Contudo, a grande maioria dos questionamentos pode ser facilmente respondida caso o representante se prontifique a acompanhar as notícias postadas no site do SINPECPF, tarefa bastante simples, que não demanda mais do que alguns minutos ao dia.

Outra importante atribuição do representante é exercer o comando local nas manifestações nacionais promovidas pelo sindicato. Como não é possível para nossos diretores estarem em todos os estados durante assembleias ou paralizações, é preciso que alguém assuma a liderança dos movimentos, conclamando a participação de todos e repassando as informações necessárias para o SINPECPF.

Também é responsabilidade do representante receber as verbas repassadas pela diretoria para realização de manifestações e ações festivas. É o caso do repasse para a confraternização de final de ano que o SINPECPF fará apenas para os estados que contem com representação. Alguns filiados argumentam que o SINPECPF deveria designar um servidor para recolher a quantia nos estados que não contam com representantes, de modo a garantir que todos os estados realizem suas confraternizações. Para a diretoria, isso não seria justo. Isso porque estaríamos menosprezando o esforço daqueles que concordaram em assumir as responsabilidades como representante. Essas pessoas são companheiras de luta durante todo o ano, não apenas nos momentos de benesses, mas também naqueles em que é necessário arregaçar as mangas e lutar pela valorização de nossa categoria. Tal esforço merece ser recompensado.

Assim, fica dado o recado aos estados que ainda não elegeram seus representantes: façam isso o quanto antes! Não apenas porque a escolha irá garantir que vocês recebam os repasses devidos para confraternizações, mas por ser o representante peça fundamental em nossa jornada rumo a uma carreira mais justa e estruturada.

Comentários Recentes

Somente Logado!

Registrar