Nova diretoria e filiados de Brasília debatem atuação do SINPECPF

Um intercâmbio entre a diretoria do sindicato e servidores do Plano Especial de Cargos, todos em prol de um SINPECPF mais efetivo e transparente. A idéia define bem o clima em que transcorreu a primeira reunião entre a nova diretoria-executiva nacional e os servidores administrativos lotados nas unidades do Setor Policial Sul de Brasília – DF, ocorrida na última sexta-feira (12). Mais do que apresentar os novos representantes da instituição, o encontro serviu para expor os projetos que visam dar cara nova ao SINPECPF.

Após apresentar-se aos presentes e contar um pouco de sua trajetória pessoal, a presidente do SINPECPF, Leilane Ribeiro de Oliveira, revelou como pretende pautar sua administração. “Uma vez que o sindicato lida com o dinheiro de diversos filiados, gosto de imaginá-lo como um órgão público. Por isso, quero que o SINPECPF funcione de acordo com os princípios que regem a boa administração pública.” afirmou a presidente.

A diretora financeira do SINPECPF, Maria Leuda Monteiro da Silva, compartilha esse ponto de vista. Ela defende que os gastos do sindicato sejam tratados da forma mais transparente possível, com divulgação ampla e total detalhamento das despesas. “Todos queremos saber como nosso dinheiro é gasto, com o sindicato não deve ser diferente. Pretendemos relacionar todos os gastos de forma especificada em nosso site, permitindo que cada filiado exerça seu papel de fiscal.” explicou.

A servidora Cristina Maria de Oliveira gostou das propostas. Ex-filiada, ela afirma que pode retornar ao sindicato caso as proposições sejam colocadas em prática. “Acredito que, assim como eu, muitos queiram retornar ao sindicato. Mas, para isso, é preciso que essa transparência venha de fato.”, sentencia. Leilane aproveitou a oportunidade para esclarecer que a prestação de contas da gestão anterior já está sendo feita, e que os ex-diretores preparam uma Assembleia para apresentá-la aos filiados.

Reestruturação

O projeto de lei que trata da reestruturação da carreira administrativa também foi debatido durante o encontro. Leilane revelou que o Ministério da Justiça já concluiu sua análise sobre a demanda, e que a proposta pode seguir para o Ministério do Planejamento a qualquer momento. “Acompanhei de perto o trâmite no MJ e pretendo fazer o mesmo no Planejamento. Essa demanda precisa ser aprovada o quanto antes, para o benefício não só da carreira, mas do próprio Departamento de Polícia Federal.”, ressaltou.

A secretária-geral do SINPECPF, Joana Machado Carvalho Abrahão, levantou a questão das diárias por viagem a serviço, cada vez mais escassas para os servidores do PECPF. Na opinião da secretária-geral, o caso precisa ser abordado junto à direção do DPF, pois diversos projetos têm sido prejudicados por viagens indeferidas no último instante. “Sei que o reajuste nas diárias dificulta a liberação dos servidores, mas o preço pago no final das contas pode ser bem maior. Também é preciso averiguar se não existe nenhum tipo de constrangimento em relação ao servidor administrativo, pois assédio moral é algo que não podemos aceitar.”

Por fim, os presentes manifestaram o desejo de ver o sindicato cada vez mais forte, mediante a união da categoria. “As diferenças devem ficar no passado. Devemos nos unir, caminhando juntos rumo à valorização que sempre almejamos.”

Comentários Recentes

Somente Logado!

Registrar