Encontro do SINPECPF recebe o coordenador de recursos humanos da PF

O primeiro dia de trabalhos do IV Encontro Nacional do SINPECPF contou com as presenças do Coordenador de Recursos Humanos da Polícia Federal, o delegado Jorgeval Silva Costa, e da delegada Silvia Rabelo Gama, que atuou no Grupo de Trabalho que ajudou a implementar a avaliação individual da GDATPF. Jorgeval aproveitou a oportunidade para revelar alguns dos projetos da Polícia Federal para o PECPF.

Segundo Jorgeval, a reestruturação de cargos e salários da carreira administrativa é ponto consensual dentro do órgão. “O projeto de reestruturação é visto como prioridade por nosso diretor-geral, e a Diretoria de Gestão de Pessoal atualmente trabalha na análise do impacto financeiro gerado pela nova tabela proposta para o PECPF.”, afirmou.

O coordenador de recursos humanos também explicou como deve funcionar o sistema de gestão por competência que a Polícia Federal pretende adotar. O projeto prevê que o órgão faça um levantamento do perfil profissional de cada servidor, para que cada chefia seja assumida pelo  

Questionado sobre a crescente terceirização dentro do órgão, Jorgeval afirmou que a Polícia Federal terá de cumprir o Termo de Conciliação Judicial que prevê a substituição, até o final de 2010, de toda a mão de obra terceirizada do serviço público que não exerça alguma das atividades elencadas no Art. 1º, § 1º do Decreto nº. 2.271/97. Entretanto, Jorgeval se disse favorável a terceirizar mão de obra para o exercício de atividades mais simples, de natureza auxiliar, como o caso de digitadores e secretárias. “Hoje na Polícia Federal, trabalhamos para que os servidores do PECPF possuam atribuições cada vez mais complexas. Vocês devem lutar para ocupar cargos de grande conhecimento agregado, pois assim terão mais voz ativa e respeitabilidade dentro do órgão, até porque cargos auxiliares vem sendo constantemente extintos pelos avanços tecnológicos.”, frisou.

Os convidados também se disseram bastante felizes pela implementação da GDATPF. “Essa foi uma das realizações da qual tenho mais orgulho de ter feito parte dentro da Polícia Federal.”, revelou a delegada Sílvia. “Os recursos impetrados pelos servidores que não obtiveram a avaliação máxima estão hoje sob análise de uma comissão designada para este propósito. Fico muito feliz de saber que hoje o servidor do PECPF pode mostrar que exerce um trabalho 100%.”, completou Jorgeval.

Comentários Recentes

Somente Logado!

Registrar