Fim de valor único para custeio

 

Representantes de servidores do Poder Executivo pediram ao Ministério do Planejamento que aumente os valores da contrapartida do Governo Federal para os planos de saúde de funcionários da terceira idade.

Segundo eles, os planos de saúde das pessoas idosas são mais caros do que os dos jovens. Por isso, seria justo que a contrapartida do governo também fosse maior.

O assunto foi discutido ontem em audiência pública promovida pelas comissões de Seguridade Social e Família; e de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados, realizada para debater normas estabelecidas no ano passado pela Secretaria de Recursos Humanos do Ministério do Planejamento. O órgão determinou que o valor per capita para o plano de saúde do Executivo seja reajustado semestralmente, chegando a R$ 55 em janeiro de 2009; R$ 60 em julho de 2009; e R$ 72 em janeiro de 2010.

A contribuição do governo é a mesma para todos os funcionários da administração direta federal, independentemente da idade. O pedido foi assinado por 25 sindicatos e associações de servidores.

(Fonte: Ponto do Servidor - Jornal de Brasília)

Comentários Recentes

Somente Logado!

Registrar