Jeito de baixar conta de luz

Furnas lança simulador na Internet capaz de calcular gastos de aparelhos eletrodomésticos Com objetivo de evitar o desperdício de energia, Furnas criou simulador de gastos na sua página na Internet, que ajuda o consumidor a baixar o valor da conta de luz. A ferramenta informa o valor médio do consumo de cada eletrodoméstico, de acordo com o tempo de uso, como revelou a coluna ‘Informe do DIA’ de ontem.

Para se ter idéia, ligar o ar-condicionado por seis horas durante 30 dias representa um gasto médio de R$ 55,80 no fim do mês. No caso do chuveiro elétrico, a despesa também é grande: uma hora diária significa R$ 32,55 a mais na conta mensal.

Para saber quanto custa o conforto, basta acessar o site www.furnas.com.br e mencionar o número de cômodos e eletrodomésticos da casa. O simulador mostra a média de consumo, tornando possível controlar com mais facilidade os gastos. A dona-de-casa Priscila da Silva Pessoa, 23 anos, aprova a novidade: “É bom porque sei quanto posso gastar sem extrapolar o orçamento. Se quiser reduzir as despesas, desligo os aparelhos que consomem mais energia”.

Mãe de duas crianças pequenas, Priscila afirma que nos meses de férias a conta de luz vem ainda mais cara: “Como fica toda a família em casa, a despesa aumenta”. Outro fator agravante é o bairro onde mora, muito quente. “Em Bangu, não dá para não ligar o ar-condicionado”, diz Priscila.

VERÃO DERRETE BOLSO - O aumento do consumo de energia é comum nesta época. No verão, o gasto chega a ser 11% maior que no inverno, segundo dados da Light.

A campanha pelo racionamento está sendo incentivada também pelo governo do estado. Na sexta-feira, o Comitê Especial de Gestão Energética se reuniu para discutir diretrizes de um programa de uso racional de energia. A idéia é agir em conjunto com as concessionárias e a sociedade. O secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços, Julio Bueno, destacou a importância do Rio sair à frente na discussão, pela participação que o estado tem no sistema energético nacional, com térmicas a gás instaladas e sua produção de petróleo e gás.

No encontro, o governo apresentou ações para reduzir o consumo de eletricidade, como troca de lâmpadas e uso de equipamentos mais eficientes nos prédios públicos, controle das despesas e do gasto de energia. 

Priscila Belmonte                                                  

(Fonte: O DIA online)

Comentários Recentes

Somente Logado!

Registrar