Disposição de negociar continua, mas Condsef mantém agenda de mobilização

Depois da aguardada reunião desta quarta-feira (23) entre Condsef e Ministério do Planejamento, a entidade decidiu manter sua agenda de mobilização em todo o Brasil. A partir de agora, as entidades filiadas à Confederação devem realizar assembléias que vão anteceder uma Plenária Nacional, agendada para a 2ª quinzena de fevereiro e que pode apontar um indicativo de greve. Isso, caso o governo recue da decisão de manter os compromissos que garantem reajustes para 28 categorias. Apesar de assegurar que há disposição para continuar negociando, o Planejamento voltou a atrelar reajustes ao fim da CPMF e a necessidade de equilibrar as contas da União. A Condsef segue defendendo o cumprimento dos compromissos.

Fonte: CONDSEF

 

Comentários Recentes

Somente Logado!

Registrar