SINPECPF solicita ao DG que agilize reestruturação

 

 

A presidente do Sindicato Nacional dos Servidores do Plano Especial de Cargos da Polícia Federal (SINPECPF), Hélia Cassemiro, solicitou, nesta quinta-feira, 13, apoio efetivo do Diretor Geral da Polícia Federal, Luiz Fernando Corrêa, para dar maior celeridade no processo de negociação, que se iniciará na próxima semana, com o objetivo de fechar proposta de reestruturação do PECPF.

A solicitação foi feita durante reunião no Gabinete do Diretor Geral, em Brasília. LuizFernando Corrêa reuniu representantes de todas as entidades de classe da PF, em âmbito nacional, para pedir colaboração à sua administração e falar dos projetos que tem para a Instituição.

A reestruturação do Plano Especial de Cargos do Departamento de Polícia Federal foi um dos assuntos abordados pelo DG. Ele disse que recebeu orientação do Ministério da Justiça para resolver  a questão, porém antecipou que não depende apenas da sua vontade concretizar a reestruturação.

A presidente do SINPECPF, após dar boas vindas e desejar sucesso ao novo Diretor Geral, lembrou que regularizar a situação dos servidores do PECPF trará benefícios não somente para a categoria, mas para toda a Polícia Federal, evitando, por exemplo, com o desvio de função. “Precisamos de um apoio efetivo do senhor”, ressaltou.

Luiz Fernando disse que a Instituição não pode ficar com questões mal resolvidas, no entanto argumentou que é necessário um prazo para  viabilizar a revisão do PECPF e também da Lei Orgânica da Polícia Federal. “Esperamos até a virada do ano ter estas questões sanadas”.

Os demais representantes das entidades de classe, com exceção da FENADEPOL que se solidarizou com os servidores do PECPF, defenderam prioridade para a Lei Orgânica.

A presidente do SINPECPF lembrou ao Diretor Geral e aos demais participantes da reunião que a revisão do Plano Especial de Cargos do Departamento de Polícia Federal está previsto em compromisso firmado com o Governo, em junho de 2006, do qual participaram todas as entidades de classe que faziam parte do GERC(Grupo de Entidades de Classes da Polícia Federal) e que portanto deve ser a prioridade no momento.

O governo cumpriu a parte do acordo com os policiais federais, mas a situação dos servidores do PECPF vem sendo protelada, ressaltou Hélia Cassemiro. Já a diretora de Assuntos Sociais do SINPECPF, Pauleana Martins, disse que a expectativa da categoria é que a questão seja solucionada nos próximos dias e não “na virada do ano”, prazo declarado pelo Diretor Geral.

Depois de ouvir os representantes das entidades de classe, Luiz Fernando Corrêa ressaltou que deseja manter uma relação de diálogo com todas as representações dos servidores da PF e que deseja fazer um planejamento estratégico para o órgão até 2022, ouvindo as superintendências regionais.

A partir da próxima segunda-feira, ele já se reúne com os diretores que fazem parte da sua equipe para iniciarem as discussões sobre o planejamento estratégico. O objetivo é aprimorar o trabalho da Instituição e melhorar as condições de trabalho dos servidores.

Além da presidente e da diretora de Assuntos Sociais do SINPECPF, Hélia Cassemiro e Pauleana Martins, respectivamente, participaram da reunião representantes das seguintes entidades: Sandro Avelar, presidente da ADPF; Afonso Legório e José Wellington Ferreira, respectivamente presidente e vice da ANSEF; Octávio Brandão, presidente da APCF; Paulo Ayran da Silva Bezerra, presidente da ABRAPOL e Antonio Elias Ordacgy Junior, presidente da FENADEPOL.

Comunicação Social/SINPCPF

Foto: Andréa Viegas

 

 

Comentários Recentes

Somente Logado!

Registrar