Servidora do PEC homenageia agentes da PF

Na cerimônia mensal de hasteamento da bandeira do Departamento de Polícia Federal na manhã desta quinta-feira, 1°, quem discursou foi a servidora do PEC, Rosane Moreira de Carvalho, a mais nova integrantedo no Departamento de Repressão a Entorpecentes da PF em Brasília. Em seu pronunciamento ela homenageou os agentes Washington Luiz Pereira Costa e Antonio Silas de Sousa, e o escrivão Carlos Machado, que encerraram suas atividades nos quadros do DPF, por conta da aposentadoria.

Em seu pronunciamento ela homenageou os agentes Washington Luiz Pereira Costa e Antonio Silas de Sousa, e o escrivão Carlos Machado, que encerraram suas atividades nos quadros do DPF, por conta da aposentadoria.

A mensagem destacou, de forma valorosa, o trabalho dos homenageados pelos anos de serviços prestados a PF que “com louvor souberam dar continuidade à missão a qual se propuseram”.

Antes de Rosane, discursou o Delegado de Repressão a Entorpecentes, Anísio Soares. Na sua mensagem ele propôs a reflexão para valorização dos símbolos nacionais como a bandeira, e os fundamentos dos direitos de cidadão que regem esses símbolos. “O hino da Polícia Federal manifesta amor a pátria” disse. Por fim ele pediu a todos que buscassem disseminar o sentimento de amor entre os homens como caminho para valorizar a pátria e combater a onde de violência que atinge o país.

A cerimônia de hasteamento do mês de junho foi organizada pela Coordenação de Repressão e Entorpecentes. Participaram o General Paulo Uchoa, os adidos das Embaixadas dos Estados Unidos, França, Portugal, África, Inglaterra, Suíça e Itália, além de dirigentes do DPF, delegados, servidores do PEC e os agentes com os cães farejadores do Canil Central.

 

Leia o discurso de Rosane Moreira de Carvalho:

 

Nota de Agradecimento

 

Nós os servidores do Departamento de Polícia Federal, agradecemos aos valorosos serviços prestados ao longo de tantos anos pelos agentes Washington Luiz Pereira Costa e Antonio Silas de Souza e pelo escrivão Carlos Machado que se aposentaram recentemente.

 

Se o DPF é hoje um órgão respeitado por vários segmentos da sociedade brasileira, com trabalhos reconhecidos não só no âmbito nacional, mas também pela comunidade internacional e, por isso mesmo, um órgão do qual todos nós servidores podemos nos orgulhar de pertencer, isso se deve principalmente a todos aqueles que quando na ativa souberam honrar seus respectivos cargos e com isso enalteceram o órgão a que serviram.

 

Todos têm consciência de que foram muitas as dificuldades enfrentadas pelos senhores, muitas foram as renúncias e, sobretudo, os riscos inerentes aos cargos de agente e escrivão da Polícia Federal. Contudo, todos esses obstáculos foram superados e os senhores com louvor souberam dar continuidade à missão a qual se propuseram.

 

Por tudo isso, desejamos que os senhores aproveitem ao máximo essa nova e merecida fase da vida, e estejam certos que nós que permaneceremos na ativa vamos continuar honrando o órgão ao qual servimos, buscando sempre a excelência no serviço prestado a nação, e para que os senhores tenham a certeza que aquilo que ajudaram a construir será perpetuado.

Jornalista: Renata Leite

Foto: Socorro Viana

Comentários Recentes

Somente Logado!

Registrar