Coluna Ponto do Servidor: Paralisação dos técnicos da PF

Os servidores do Plano Especial de Cargos da Polícia Federal (PECPF) fazem até quinta-feira movimento de operação-padrão em todo o País, quando realizada nova assembléia-geral de avaliação sobre a adesão ao movimento. "Tudo vai depender do andamento das negociações”, diz a presidente do Sindicato Nacional dos Servidores do Plano Especial de Cargos da Polícia Federal (Sinpecpf), Hélia Cassemiro. De acordo com ela, haverá prejuízo na emissão de passaportes, na tramitação dos inquéritos policiais e na emissão de porte de armas, dentre outros serviços. Ontem pela manhã, os servidores administrativos realizaram uma força-tarefa pela suspensão das atividades de apoio no Aeroporto Internacional de Brasília. O objetivo era reforçar a luta dos 3,5 mil servidores do Plano Especial de Cargos em todo o País. Eles querem “tratamento isonômico” em termos de ganho salarial com o pessoal do quadro da Polícia Federal. Além da emissão de passaportes no aeroporto, as atividades foram suspensas também na Academia de Polícia Federal e no edifício-sede. A decisão pela greve foi motivada pelo não cumprimento de acordo fechado no ano passado com o Ministério do Planejamento.

Coluna - Maria Eugênia

Jornal de Brasília

13/6/2007

Comentários Recentes

Somente Logado!

Registrar