Chefe de gabinete do MJ recebe diretoria do SINPECPF

A diretoria do SINPECPF se reuniu nesta segunda-feira, 9, com o Chefe de Gabinete do Ministro da Justiça, professor Ronaldo Teixeira da Silva, para conversar sobre o projeto de reestruturação dos Servidores do Plano Especial de Cargos.

No primeiro encontro, que durou mais de uma hora, a diretoria do SINPECPF cobrou o andamento do projeto de reestruturação da categoria, expôs a situação dos servidores do PECPF dentro da Polícia Federal, apresentou as reivindicações da categoria, bem como informou sobre a paralisação nacional do dia 11 de abril.   

O chefe de gabinete informou a diretoria do SINPECPF que o ministro Tarso Genro já despachou com o Diretor Geral, Paulo Lacerda e o projeto de reestruturação já foi encaminhado concomitantemente para a Casa Civil e o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG).

“O esforço da reestruturação caminha com a orientação do ministro, essa foi uma das primeiras medidas dele após assumir a pasta” disse Ronaldo Teixeira, ele informou também que já pediu agendamento, com urgência, de audiência na Casa Civil e no MPOG para os próximos dias onde o assunto será tratado.       

Ronaldo Teixeira explicou que o pleito dos policias e o projeto de reestruturação dos servidores do PECPF estão sendo tratados com igual ordem de prioridade. Ele comprometeu-se a agendar também audiência entre o MPOG, o SINPECPF e o Ministério da Justiça para próxima semana e de manter o Sindicato informado sobre o andamento da reestruturação junto a Casa Civil e o MPOG.

Teixeira enfatizou que o ministro em nenhum momento pensou tratar em separado as reivindicações das categorias da Polícia Federal e acompanhará de perto o andamento do projeto de reestruturação. No entanto, ele mencionou a preocupação do governo quanto à paralisação geral e pediu ponderação por parte da categoria.

A Chefe de Gabinete substituta, Inajara Ferreira, também participou da reunião, ela explicou a diretoria do SINPECPF que o projeto de reestruturação foi encaminhado, por meio eletrônico, a Casa Civil por uma exposição de motivos do MJ sob número 033/MJ de 05/04/07. 

Quanto à formatação final do projeto, Ronaldo Teixeira ressaltou que ela será feita pelo MPOG e depois encaminhada à Casa Civil, que já tem conhecimento da questão. O próximo passo da reestruturação, depois de passar pelos dois órgãos do Executivo, será o Congresso Nacional.  Segundo ele, projetos de reestruturação de carreiras1 são bem aceitos por parlamentares, em geral são aprovados com tranqüilidade.

O SINPECPF por sua vez expressou ao representante do ministro da Justiça o descontentamento da categoria, razão pela qual está motivando a paralisação de 11 de abril e a sinalização de uma greve e que a morosidade no andamento do projeto e a priorização da carreira policial não serão aceitas pela categoria.  

Comunicação Social do SINPECPF

Comentários Recentes

Somente Logado!

Registrar