Governo confirma Tarso como novo ministro da Justiça

Brasília - A assessoria de imprensa da Secretaria de Relações Institucionais confirmou, há pouco, que o ministro Tarso Genro será o novo ministro da Justiça. O atual ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, transmitirá o cargo a ele em cerimônia na sexta-feira (16).

Com formação em direito pela Universidade Federal de Santa Maria, no interior gaúcho, Tarso começou atuando como advogado trabalhista em favor de sindicatos. Começou a carreira política no antigo Movimento Democrático Brasileiro (MDB), que viria a dar origem ao PMDB.

Já no PT, Tarso foi prefeito de Porto Alegre por duas vezes: de 1993 a 1996 e de 2001 a 2002 - quando saiu para concorrer ao governo estadual e foi derrotado por Germano Rigotto (PMDB). Para contar a experiência na gestão da cidade, escreveu o livro Orçamento Participativo, em co-autoria com o economista Ubiratan de Souza.

Quando Luiz Inácio Lula da Silva ganhou a presidência pela primeira vez, Tarso assumiu o Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social. No ano seguinte, em 2004, assumiu o Ministério da Educação.

Deixou o cargo para assumir a presidência do PT, em lugar de José Genoino. Tentou a reeleição para o cargo, mas retirou sua candidatura ainda antes da convenção partidária. Ano passado, assumiu a Secretaria de Relações Institucionais.

É a segunda nomeação para um cargo com status de ministro anunciada no segundo governo de Lula. A primeira foi a escolha do novo advogado-geral da União, José Antônio Dias Toffoli.

Ana Paula Marra

Repórter da Agência Brasil

 

Comentários Recentes

Somente Logado!

Registrar